São Paulo, 4 ago (EFE).- O Foro de São Paulo manifestou apoio neste domingo às “forças progressistas” de Honduras no processo eleitoral de novembro, para o qual exigirá a presença de uma missão de observadores da Unasul. O fórum, que reúne 100 partidos de esquerda da América Latina, manifestou em uma resolução aprovada hoje sua decisão de “contribuir para o triunfo das forças democráticas de Honduras e a consolidação da democracia” no país.
Também acordou convocar um encontro de parlamentares da América Latina e do Caribe, que deverá debater a situação da democracia em Honduras em Tegucigalpa no dia 12 de outubro. A organização do encontro parlamentar estará a cargo do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), da Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) da Nicarágua e da Frente Farabundo Martí de LibertaçãoNacional (FMLN) de El Salvador. Nas eleições de novembro, os hondurenhos elegerão o sucessor do presidente Porfirio Lobo, que chegou ao poder após a crise política iniciada com a queda, em junho de 2009, do então chefe de Estado Manuel Zelaya. EFE ed/tr
Copyright Efe – Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe
Fonte: Noticias R7