Hugo ChávezA rede do governo cobriu 15,6% da demanda de alimentos do país que em 2012 alcançou 26,8 millones de toneladas.
Por Andrés Rojas – 14/01/13
“Nosso povo está melhor alimentado e isto é obra da revolução liderada pelo comandante Hugo Chávez”, disse o ministro da Alimentação, Carlos Osorio. Ao apresentar cifras preliminares de indicadores de seu ministerio comparadas com os dados de 14 anos atrás, quando Chávez assumiu a presidencia, assinala-se um incrementro de 95,6%.
O consumo de alinetos em 1998, um ano antes da chegada de Chávez ao poder, se situava em  13,7 milhões de toneladas anuais (a população era então de cerca de 24 milhões de habitantes) enquanto que em 2012 se alcançou a cifra de 26,8 milhões de toneladas.(a população é hoje de perto de 30 milhões).
Esse incremento obedece tanto a uma melhora no ingresso familiar como ao fato de que o Estado assumiu diretamente parte da distribuição e comercialização de alimentos com a criação das redes Mercal e Pdval e mais recentemente com os hipermercados Bicentenario e as operações de fim de semana.
No ano pasado esas redes comercializaram  4,2 milhões de toneladas de alimentos, que equivalem a 15,6% do total do consumo de toda a população em  2012. Entretanto, o ministro Osório assegura que o governo com “um sistema que chega a cerca de18 milhões de pessoas, isso equivale a 61% da população do país”.
Outro aspecto ressaltado pelo Ministério de Alimentação como pelo de Agricultura e Terras é que atualmente os venezuelanos comem  mais  carnes vermelhas.
Uma conquista dos mercados do governo reside em que o consumo de carne por habitante cresceu 47% também nos 14 anos de governo de Chávez.
Dados desses organismos assinalam que incrementos similares se registram em todos os itens da cesta alimentar, porém sobretudo na ingestão de frango, pescado, arroz e farinha de milho.
Fonte: AVN