Campanha: Bloqueio Não, Solidariedade Sim | Maio e junho

Desde o Foro de São Paulo, iniciamos hoje a campanha: Bloqueio não, solidariedade sim – Nossa América pela vida, que se realizará até 23 de junho, data da votação na Assembleia Geral das Nações Unidas da resolução condenando o bloqueio econômico, financeiro e comercial contra Cuba e outras nações latino-americanas e caribenhas.

O objetivo é denunciar o caráter extraterritorial e a violação do direito internacional que constitui a aplicação do bloqueio, principal obstáculo ao desenvolvimento econômico e social desses países e que constitui a mais flagrante e maciça violação dos direitos humanos dos povos da Nossa América.

O mundo vive o impacto da crise multidimensional, agravada pela pandemia do COVID-19 e pelas políticas neoliberais, que colocam o mercado acima da vida do ser humano, ao invés da cooperação e solidariedade prevalecerem. Durante a pandemia, em vez de suspender as medidas unilaterais contra Cuba, Venezuela, Nicarágua e outras nações, o que assistimos é o agravamento dessas medidas, que afeta diretamente a capacidade dos países de conter a pandemia.

Em tese, as sanções unilaterais dos Estados Unidos dizem que os medicamentos estão isentos. Mas a realidade é que não é possível comprar suprimentos médicos com facilidade, transportá-los para esses países, nem usá-los em seus sistemas de saúde principalmente públicos. Este embargo nesta era de COVID-19 não é apenas um crime de guerra de acordo com os parâmetros da Convenção de Genebra (1949); conforme definido pela Comissão de Direito Internacional das Nações Unidas, é também é um crime contra a humanidade.

Ao contrário do Bloqueio, o que Cuba oferece à humanidade é solidariedade e cooperação. Sua brigada médica solidária oferece serviços médicos em mais de 40 países e a Ilha está também produzindo as primeiras vacinas candidatas da América Latina e do Caribe.

O Bloqueio afeta diretamente a vida das pessoas na América Latina e no Caribe e seu agravamento durante a pandemia é muito preocupante. Convidamos você a conhecer a campanha e a se juntar a essa divulgação de informações. A chave para superar este momento difícil é a cooperação e a solidariedade.

#BloqueioNãoSolidariedadeSim #NossaAmericaPelaVida