Nota da SRI sobre as recentes declarações de Rex Tillerson

Em meio ao anúncio sobre a retomada dos diálogos entre o Governo do Presidente Nicolás Maduro e a oposição venezuelana, no âmbito das negociações que ocorrem na República Dominicana, o Secretário de Estado estadunidense, Rex Tillerson, em conferencia na Universidade do Texas, reafirmou a diplomacia do “porrete” do atual governo.

Neste evento, Tillerson atacou o Governo de Nicolás Maduro e defendeu a possibilidade de um golpe militar para mudar a situação política no país. O Secretário de Estado criticou ainda a presença econômica da China e da Rússia na América Latina e Caribe, classificando-a como uma ingerência alarmante. Tal pronunciamento critica justamente a autonomia da América Latina e Caribe, já que ao aprofundamento de relações comerciais com China e Rússia passa pelo evidente exercício de soberania dos países da região.

Rechaçamos veementemente essas declarações, que vêm num momento de golpes e retrocessos nas conquistas políticas e sociais em nossa região. Após décadas de ditaduras e das mais graves violações de direitos humanos, após um longo, tortuoso e ainda incompleto caminho para a democracia, é inadmissível que o chefe da diplomacia estadunidense faça apologia a golpes militares. Esta é a real ingerência alarmante contra a qual devemos resistir.

Reiteramos a disposição de nossos povos de lutar contra a ingerência imperialista estadunidense, em defesa do povo venezuelano e do governo Maduro, e pela paz na Venezuela e em toda a região.

Monica Valente
Secretária de Relações Internacionais do PT

Download: Descargar en PDF | Download em PDF