Comunicado contra a declaração de mudança da embaixada dos EUA para Jerusalém

O Partido dos Trabalhadores condena a recente declaração de Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos da América, sobre a mudança da embaixada de seu país para Jerusalém e o reconhecimento desta cidade como capital do Estado de Israel.

Essa decisão unilateral ignorou as advertências de países aliados, podendo resultar no agravamento da situação regional e o início de um novo conflito. Ela contraria resoluções aprovadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a necessidade e a urgência da desocupação israelense dos territórios palestinos e o retorno às fronteiras de 1967, além de ser um estímulo à continuidade do conflito na região. Contraria também a solução de dois Estados para duas Nações, com Jerusalém como capital compartilhada.

Condenamos também o bombardeio perpetrado nas últimas horas pelas forças armadas de Israel contra a Faixa de Gaza, uma área cuja população já vem sofrendo por anos com os constantes bloqueio e ataques israelenses.

Conclamamos as partes envolvidas para que sigam buscando o diálogo para resolver a situação, com o apoio da comunidade internacional.

Pedimos ao governo brasileiro que se pronuncie contra essa decisão, somando-se a várias lideranças mundiais, e reiteramos nosso apoio a um Estado Palestino livre e soberano, convivendo ao lado do Estado de Israel.


Gleisi Hoffmann
Presidenta Nacional

Monica Valente
Secretaria de Relações Internacionais

Originalmente publicado no site do PT.